19 fevereiro 2017

10 CONSELHOS QUE RECEBEMOS ANTES DE VIR PARA ESSE PLANETA

1. Você receberá um corpo. Poderá amá-lo ou odiá-lo, mas ele será seu todo o tempo.

2. Você aprenderá lições. Você está matriculado numa escola informal de tempo integral chamada Vida. A cada dia, terá oportunidade de aprender lições. Você poderá amá-las ou considerá-las idiotas e irrelevantes.

3. Não há erros, apenas lições. O crescimento é um processo de ensaio e erro, de experimentação. Os experimentos ‘mal sucedidos’ são parte do processo, assim como experimentos que, em última análise, funcionam.

4. Cada lição é repetida até ser aprendida. Ela será apresentada a você sob várias formas. Quando você a tiver aprendido, passará para a próxima.

5. Aprender lições é uma tarefa sem fim. Não há nenhuma parte da vida que não contenha lições. Se você está vivo, há lições a serem aprendidas e ensinadas.

6. ‘Lá’ só será melhor que ‘aqui’ quando o seu ‘lá’ se tornar um ‘aqui’. Você simplesmente terá um outro ‘lá’ que novamente parecerá melhor que ‘aqui’.

7. Os outros são apenas espelhos de você. Você não pode amar ou odiar alguma coisa em outra pessoa, a menos que ela reflita algo que você ame ou deteste em você mesmo.

8. O que você faz da sua vida é problema seu. Você tem todas as ferramentas e recursos de que precisa. O que você faz com eles não é da conta de ninguém. A escolha é sua.

9. As respostas para as questões da vida estão dentro de você. Você só precisa olhar, ouvir e confiar.

10. Você se esquecerá de tudo isso.. e ainda assim, você se lembrará.

12 fevereiro 2017

Convivência

Acho que a coisa mais difícil da vida é conviver com as pessoas.
Melhor ainda aceitar o outro. Mas para conviver em paz  é preciso aceitar o próximo. É preciso respeito. Não é preciso concordar sempre e dizer amém para tudo. Isso é um exercício diário. 
Respeito seu jeito, mas nem sempre aceito o que faz. E ai entra a empatia. Não necessito ser simpática, mas preciso sentir empatia para poder entender seu ponto de vista diante da vida e assim aceitá-lo como é. 
Tenho poucos amigos. Amigos na plena concepção da palavra, são raros na minha vida. Mas são com certeza pessoas com as quais não tenho dúvidas quanto a confiar. E essas pessoas ganharam o "status" de amigo por serem muito verdadeiras comigo. Dizerem as coisas sem frescuras, sem adulações.
Respeito e considero profundamente as pessoas que me tratam da mesma forma, independente de seus problemas pessoais. Não tenho muita tolerância com gente que desconta nos outros suas mazelas. Ou que se ofendem pela opinião alheia. Não quer dizer que eu esteja sempre radiante como o sol. Há momentos em que estou de mau humor, triste ou preocupada. Até dará para perceber pelo meu semblante, mas jamais a destratarei por isso. 
E nem destratarei ninguém por suposições. Talvez alguém até seja rude.  Ou cínico ou grosseiro. Sei lá. Mas até eu ter certeza que é algo direcionada propositalmente a mim e por minha causa, vou fingir que não me afeta. E se eu for a causadora disso, poderemos sentar conversar, esclarecer e a amizade continua.
Odeio aquela estória: "Se você não sabe o que fez, eu é que não vou contar". Absurdo!!!
Há muito tempo deixei de "mimimis". Sou sincera, solidária, presente.  Já fui o tipo "sem filtro". O que vinha na cabeça dizia. Doa a quem doer. As vezes, minha língua esquece de puxar o freio e ... Lá vai!!! Disse algo impensado. 
E definitivamente não sou sociável. Sabe o tipo arroz de festa?? Fui assim na minha adolescência. Hoje não gosto de lugares barulhentos onde não se possa ter uma boa conversa. Não vejo mais sentindo quando um bando de gente se junta e fica no meio de um som altissimo e quando precisam dizer algo, precisam gritar desesperadamente. Prefiro meu canto.
Gosto de pessoas e procuro cultivar minhas amizades. E são bem vindo em minha casa. Mas se vejo que a reciprocidade não é a mesma, então pra mim não serve mais.
Muita gente me julga esnobe. Fazer o quê!!

29 janeiro 2017

SER EDUCADO VEM DE BERÇO???

Dizem que educação vem de berço. Não concordo. Mesmo pessoas que vieram de lares violentos e desestruturados são capazes de se tornarem pessoas gentis. Pessoas que não tiveram acesso a cultura ou escola também são capazes de se tornarem pessoas sábias e educadas. Se assim o quiserem.
Hoje em dia os caminhos são muitos e mais acessíveis para todos. 
Fico indignada quando vejo alguém justificando o comportamento errático  de alguém, usando a tv ou mídia, como gostam de dizer hoje em dia, ou a classe social como desculpa. 
A única desculpa aceitável é a preguiça.
Engraçado como jamais se vê alguém comentar que fulano aprendeu a se expressar melhor, se comportar a mesa, dizer por favor, obrigada ou respeitar os direitos do próximo, inspirado no personagem de uma  novela. 
Conheci uma grande mulher, para qual tive a honra de trabalhar por dois anos como secretária. Uma empresária de sucesso em Alphaville-SP. E além de ser bem sucedida profissionalmente, financeiramente, era a criatura mais doce e gentil que conheci. Jamais pensava duas vezes em ajudar alguém. Era contra dar esmolas. Ela procurava sempre ensinar, dar uma oportunidade. 
Ela estudou só até a 8ª série. Precisou largar os estudos para ajudar no orçamento familiar. Ela começou a trabalhar como diárista nas imobiliárias e escritórios no Centro comercial de Alphaville. Nas horas vagas ela lia. Lia o que encontrasse pela frente. Era sempre solicita e procurava fazer o seu trabalho de forma impecável. Mesmo aquilo que alguem julgava não ser necessário fazer. Ela sempre fazia o que precisava ser feito. Sempre cumprimentava a todos e agradecia por tudo.  E quando não sabia como se expressar em relação a algo procurava descobrir como fazê-lo.  As pessoas a sua volta notaram seu comportamento diferente. Algum tempo depois lhe ofereceram um cargo de recepcionista. E daí em diante o céu foi o limite. Terminou o ensino médio. E não fez faculdade. Mas fez todos os cursos possíveis e imagináveis na área de administração. E descobriu que tinha um talento nato para isso.
Claro que é muito mais fácil alguém desenvolver comportamentos vivenciados na infância, dentro do circulo familiar.  Mas todo ser humano tem a habilidade nata de aprender, buscar e se transformar.
E acredito que o ser humano tem dentro de si a exata noção do que é bom ou ruim. Mas as vezes ele precisa ser ruim, grosseiro e egoísta para ter a falsa sensação de superioridade. É mais fácil do que adquirir bons motivos para ser superior. E isso, mesmo que ele tenha vindo de uma familia carinhosa, educada e feliz. 
Exemplos bons estão espalhados por toda a parte. Assim como os ruins. Cabe a cada um escolher e ir buscar.  


APRENDENDO SEMPRE

"Aprendi que grandes amigos podem se tornar ferrenhos inimigos; Que o amor, sozinho, nao tem a forca que imaginei; Que ouvi aos outros é o melhor remedio e o pior veneno; Que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal gastamos a vida inteira pra conhecer a nos mesmos; Que confianca nao é questao de luxo, e sim de sobrevivencia; Que os poucos amigos que te apoiam na queda, sao muito mais forte do que os que te empurram; Que o nunca mais, nunca se cumpre; Que o para sempre, sempre acaba; Que minha familia com mil diferencas, esta sempre aqui quando preciso; Que ainda nao inventaram nada melhor do que colo de mae desde que o mundo é mundo; Que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo; Que vou cair e levantar milhoes de vezes... e ainda nao vou ter aprendido tudo!! É, a vida é assim!!! A verdade é que todo mundo vai te machucar, vc so tem que decidir por quem vale apena lutar...

SEGUIDORES

Related Posts with Thumbnails